Trabalho voluntário: valor que não tem preço

O voluntariado surgiu no Brasil no século XVI, quando organizações religiosas, na sua maioria católicas, introduziram esse tipo de atividade em instituições ligadas à saúde – as chamadas Santas Casas – seguindo o modelo trazido de Portugal.

O trabalho voluntário, como o próprio nome diz, é um trabalho sem remuneração, onde o voluntário dedica seu talento e tempo para ajudar outras pessoas. As atividades praticadas podem ser em diversas áreas, tais como hospitalar, creches, asilos, etc.

Se há uma coisa que o espírito voluntário tem é o olhar para o próximo e o senso aguçado de responsabilidade social. Em tempos de crise, especialmente a que estamos vivendo hoje, a solidariedade é ainda mais necessária. O voluntariado informal é o primeiro que aparece, já que as pessoas se mobilizam para ajudar quem está próximo, como familiares e vizinhos.

Quem é voluntário sabe o quanto suas ações impactam na vida de outras pessoas e como a somatória de esforços potencializa os resultados. O agora favorece o entendimento de que as nossas atitudes importam e influenciam na vida de outras pessoas.

Gostou do texto? Acompanhe o blog da WK3 Agência de Marketing e Publicidade e fique por dentro dos assuntos importantes do momento.

Fontes: Ciadoriso, fundaçãotelefonica.org