Redes sociais e a propaganda eleitoral

Começa hoje, dia 21, a propaganda eleitoral gratuita obrigatória na TV e no rádio. No entanto, partir do dia 6 de Julho com a liberação da propaganda eleitoral nas ruas, os principais candidatos já começaram suas campanhas através das redes sociais e sites na internet.

No período destinado à TV e rádio, os candidatos possuem um tempo determinado para apresentar suas propostas com o intuito de angariar votos dos eleitores. No entanto, este tempo é pouco para conhecer um candidato. Os juízes estabelecem um terço do tempo de 30 minutos igualitariamente entre todos os candidatos e dois terços do tempo proporcionalmente ao número de representantes na Câmara dos Deputados de cada partido.

Na internet, a divulgação de seus projetos e propostas são feitas através de links publicados nas fan pages, além de sites e blogs. Normalmente o candidato divulga sua agenda de compromissos diários, mantém contato com os eleitores respondendo as suas perguntas e publicando fotos através do aplicativo Instagram, rede social de compartilhamento de fotos.

Os eleitores também se mobilizam através da criação de grupos de discussões e expressam suas opiniões a respeito dos políticos que assumirão o poder em 2013. Ao contrário dos candidatos, os eleitores têm o direito de manifestar na internet, e fora dela, suas preferências de voto em qualquer época.