Propaganda para menores passa a ser proibida no Brasil

O assunto é polêmico e a discussão antiga, pois já faz algum tempo que se quer proibir a propaganda destinada às crianças no Brasil, geralmente as veiculadas nos canais destinados a esse público e as relacionadas à produtos estéticos, brinquedos e alimentos.

Apesar de nem todos concordarem com a vulnerabilidade do público infantil, um melhor controle e lei própria para a veiculação de propaganda para esse público nunca existiu, mas parece ser necessário. Alguns países da Europa, como o caso da Suécia, proíbem os comerciais destinados à menores de 12 anos. A discussão no Brasil, no entanto, é sobre a radicalidade da medida, porque pelo texto aprovado, com força de lei, pelo Conanda (Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente), órgão ligado à presidência, torna-se abusivo o direcionamento de publicidade ao público infanto-juvenil