Pandemia mundial: 4 dicas práticas de como adaptar seu negócio ao novo cenário.

O cenário mundial atual não é animador. A pandemia do Coronavírus mudou nossa rotina e nossos hábitos. Sair de casa apenas para ir ao mercado e farmácia é a recomendação da Organização Mundial da Saúde.

Em meio a tudo isso muitas empresas precisam, mais uma vez, se adaptar à nova maneira que o consumidor faz suas compras, escolhe suas marcas, recebe os produtos e faz pagamentos.

As mudanças são muitas e as adaptações também, por isso separamos algumas dicas que podem te ajudar nessa hora.

1- Seja responsável e humano

Parece senso comum mas infelizmente isso ainda precisa ser repetido. Encontre a melhor maneira de expor o menos possível seu colaborador a aglomerações, disponibilize materiais de proteção, separe as equipe em grupos para diminuir a quantidade de pessoas no ambiente do trabalho, adapte-se ao “home office”, altere a jornada de trabalho e tenha sempre em conta que a saúde de quem trabalha com você deve sempre ser sua prioridade. Consumidores estão se posicionando contra empresas que não tomam medidas de proteção ao colaborador e isso afetará seu relacionamento com seu público independente de qualquer crise.

2- Use e abuse do e-commerce

Embora preocupante, a crise pode ser uma oportunidade para que varejistas ajustem às operações de comércio eletrônico.

Sem poder ir a shoppings ou a lojas de rua por causa da pandemia do Coronavírus, consumidores estão se voltando ao comércio eletrônico. Para lidar com o aumento da demanda, e ainda proteger funcionários e entregadores, empresas do setor estão ajustando a operação. Supermercados tradicionalmente têm uma participação baixa de vendas pelo comércio eletrônico, de cerca de 4%. Agora essa participação tende a crescer. Passado esse momento, deve haver um legado para as varejistas de uma nova leva de consumidores, que está testando o modelo do comércio eletrônico e gostando.

3- Flexibilize seu atendimento

Manter o contato e comunicação claras com seus clientes e prospects é fundamental neste período. Experimente chamadas de vídeo no lugar de reuniões presenciais, disponibilize mais canais de atendimento como whatsapp e, se ainda não possui, deixe um contato aberto de plantão aos finais de semana. Use as redes sociais para comunicar o posicionamento de seu negócio e quais estratégias você está adotando. Quanto mais comunicação, mais segurança vai passar para seus parceiros e clientes.

4- Invista em resultados rápidos

Em momentos de crise econômica, grandes aquisições e propostas de expansão devem ser deixadas de lado, pois qualquer investimento maior poderá resultar em um alto risco para os negócios. Ficar estagnado esperando a crise passar, porém, também não levará sua empresa a lugar nenhum.

Por isso, uma maneira de como sobreviver à crise é empregar os seus recursos financeiros em atividades que oferecerão resultados rápidos.

Mas o que pode ser feito, então? Bem, você pode investir na ampliação do segmento de mercado para um produto já existente, realizar pequenas modificações para que ele seja capaz de corresponder às expectativas de outros públicos, oferecê-lo em outras regiões, abrir novos canais de vendas, dentre outras ações.

Gostou das dicas? Acompanhe o blog da WK3 Agência de Marketing e Publicidade pois em breve disponibilizaremos mais conteúdos.

FONTE: Siteware