Outubro Rosa!

O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades.

Este movimento começou nos Estados Unidos, onde vários Estados tinham ações isoladas referente ao câncer de mama e mamografia no mês de outubro, posteriormente com a aprovação do Congresso Americano o mês de Outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama.

A história do Outubro Rosa remonta à última década do século 20, quando o laço cor-de-rosa, foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, em 1990 e, desde então, promovida anualmente na cidade.

A ação de iluminar de rosa monumentos, prédios públicos, pontes, teatros e etc. surgiu posteriormente, e não há uma informação oficial, de como, quando e onde foi efetuada a primeira iluminação. O importante é que foi uma forma prática para que o Outubro Rosa tivesse uma expansão cada vez mais abrangente para a população e que, principalmente, pudesse ser replicada em qualquer lugar, bastando apenas adequar a iluminação já existente.

A popularidade do Outubro Rosa alcançou o mundo de forma bonita, elegante e feminina, motivando e unindo diversos povos em torno de tão nobre causa. Isso faz que a iluminação em rosa assuma importante papel, pois tornou-se uma leitura visual, compreendida em qualquer lugar no mundo.

No mês oficial de prevenção e combate a doença, o tema do Outubro Rosa deste ano é “Se toque, as poderosas se cuidam: mamografia todo ano e autoexame todo mês.”

Segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Câncer, a estimativa até o fim deste ano é de que quase 53 mil mulheres sejam diagnosticadas com câncer de mama. A doença é a que mais mata entre as mulheres no Brasil. Por causa da seriedade o assunto está sendo tratando também na novela “Amor à Vida” da Rede Globo. O drama da personagem Silvia, interpretada pela atriz Carol Castro, mostra bem a realidade de algumas mulheres.

A doença não tem idade para aparecer e não atinge apenas quem tem casos na família. Continua mais presente nas mulheres acima dos 50 anos, mas um dado positivo é a queda da mortalidade com o passar do tempo por conta do exame precoce. Por isso, os cuidados são primordiais para a vida

Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) está apoiando o Outubro Rosa e para comunicar a adesão à iniciativa, o Sesi-SP exibiu na noite desta terça-feira (01/10) em sua Galeria Digital, na Avenida Paulista, a imagem do laço rosa, símbolo da campanha. A imagem pode ser vista na fachada do edifício-sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

A Figueira da Praça XV de Novembro, em Florianópolis (SC), recebeu uma iluminação rosa na noite desta terça-feira. A abertura do evento ocorreu às 19h desta terça na frente da Catedral Metropolitana e contou com a apresentação de corais iluminados de rosa.

Outros espaços públicos da Capital também receberão a iluminação especial, entre eles as ligações que ligam a Ilha ao Continente. Os pilares da pontes Colombo Machado Salles e Pedro Ivo Campos, e as torres da ponte Hercílio Luz devem ganhar um tom rosado a partir da noite da quarta-feira, dia 2.

Em Curitiba, a partir de quinta-feira (3), a campanha será lembrada durante todo o mês com iluminações rosa no Jardim Botânico e na Praça do Japão.

Além da iluminação, na programação da campanha na capital do Paraná também ocorrerá o repasse de informações envolvendo o poder público, voluntários, entidades, profissionais de saúde, instituições de ensino e a comunidade em geral a respeito da importância da prevenção e descoberta precoce da doença.