4 de dezembro – Dia Mundial da Propaganda

No dia 4 de dezembro de 1936, aconteceu em Buenos Aires, na Argentina, um congresso de publicidade que reuniu publicitários, pessoas que trabalhavam em veículos de comunicação e outros profissionais. A partir de 1937, essa data passou a ser o Dia Panamericano da Propaganda e então, a partir da década de 1970, passou a ser o Dia Mundial da Propaganda.

Os anúncios publicitários são feitos para vender produtos ou serviços, de marcas tradicionais ou novas, criando no consumidor uma necessidade real ou imaginária de adquiri-lo. A propaganda pode ser feita em diferentes veículos de comunicação, como: televisão, rádio, revista, jornal, outdoor e outros. 

No início de 1800, época do Príncipe Regente, houve a abertura dos Portos e a fundação do jornal “Gazeta do Rio de Janeiro” onde foi publicado o primeiro anúncio. Nessa época, o texto dos anúncios não era muito importante e alguns nem tinham título, mostrando somente o nome do produto. Somente por volta de 1875, começaram a utilizar ilustrações e rimas nos anúncios.

A propaganda cresceu com a multiplicação de jornais e revistas, e surgiram também cartazes e painéis ao ar livre. A primeira agência de publicidade surgiu em São Paulo em 1913 e, nos anos 30, o rádio foi o meio de comunicação do momento. Os anos de 1941 a 45 foram anos de guerra e esse tema foi usado também nas propagandas.

Em 1950 surgiu a TV Tupi, o primeiro canal de TV da América Latina. Nessa época, os comerciais eram ao vivo e ser garota-propaganda era um cargo de importância na televisão. Com a Constituição de 1988, foram criadas leis com restrições à propaganda que até os dias de hoje vem passando por modificações.